Histórias sobre ansiedade


Desde a existência dos Homens na Terra, o ser humano passou por várias experiências desafiadoras: tais como mudanças ambientais, climáticas, ameaças a existência que provocou um modo de vida humana impactando as relações sociais. E é na relação consigo mesmo, com o outro e com o mundo que o ser humano se desenvolve. Com base no viver das experiências que o homem pensa, se emociona e tem sensações fisiológicas, neste contexto quando enxerga as situações de vida sentindo constante medo e ansiedade, essa percepção impacta negativamente a saúde mental.


O medo é uma das emoções básicas que alerta o ser humano sobre um perigo que está passando, sobre algo de ruim que está acontecendo. Atualmente, o ser humano não tem que se proteger de leões, mas ao pensar que está sendo atacado já provoca emoções e sensações fisiológicas, muitas vezes em um contexto que não está correndo perigo de morte. (OLIVEIRA; JACINTHO. 2018).


A ansiedade é uma reação de alerta que acontece no ser humano sobre os perigos que ele vive. Esta reação o deixa mais cauteloso diante das situações de ameaça. Nas situações reais de ameaça é fundamental que a ansiedade esteja presente porque é uma defesa pela sobrevivência. Entretanto, quando o ser humano vive situações imaginadas, fantasiadas, a ansiedade na prática não faz sentido existir. Dessa forma, o ser humano que sente esta ansiedade com fundo não real, desenvolve um registo fisiológico e psicológico com pensamentos catastróficos intrusivos. Esta reação a ameaça que surge no mundo mental, que é divergente do mundo real, é a ansiedade patológica. (ALVES; JACINTHO. 2018).


Pensando no mundo contemporâneo e no modo de vida que está posto, por vários aspectos como: nossa cultura capitalista, pela intolerância com a diversidade religiosa, pela grande diferença entre as classes sociais, pelo preconceito exposto de raças, pela discriminação com base na orientação sexual, de idade e até de filiação política. Este modo de vida proporcionou acontecimentos como: guerra fria, primeira e segunda guerra mundial, guerras religiosas, entre outras.


Tantas situações perturbadoras nas relações humanas e na relação com o mundo que fazem com que os níveis de ansiedade surjam e estejam tão elevados, fazendo com que desperte interesse para que os cientistas estudem tais transtornos que nos acomete.


Os transtornos depressivos e os transtornos ansiosos são transtornos diferentes, mas um pode ser comorbidade do outro. A depressão é causada por uma combinação de fatores de riscos biológicos, psicológicos e sociais. “Nas Américas, cerca de 50 milhões de pessoas viviam com depressão em 2015” e “quase 50% das pessoas com depressão não recebem tratamento” (OMS. 2017). A depressão e a ansiedade têm sintomas similares podendo ocorrer simultaneamente. os pensamentos negativos que o ansioso tem sobre si mesmo podem ser gatilhos para a depressão. Assim como, pessoas com transtornos de ansiedade evitam as situações que podem desencadear sintomas e, com isso, passam a viver de forma muito restrita, como não sair de casa sozinho, não participar de encontros e outros eventos sociais, ficar preocupado com tudo e acabar não fazendo nada. O Brasil é o país com a maior taxa de pessoas com transtornos de ansiedade no mundo, e o quinto em casos de depressão. (CHADE; PALHARES. 2017).


Se formos pensar no “suicídio, é responsável por uma morte a cada 40 segundos no mundo” (OMS. 2016). E é considerando estes altos índices de transtornos depressivos e ansiosos e até mesmo do aumento exponencial do suicídio que tem ocorrido na população mundial, e inclusive ao meu redor, por isso eu me propus a falar na coluna deste ano de 2018 sobre ansiedade. A importância desse tema refere a 9,3% dos brasileiros terem algum transtorno de ansiedade (CHADE; PALHARES. 2017). Trarei na coluna conteúdos sobre ansiedade baseados em situações da minha própria história e contexto pautados nas ciências contextuais.

Referências:

https://escoladerealizacaodesonhos.wordpress.com/2018/04/02/senti-medo-e-procrastinei/

https://www.facebook.com/raissa.jacintho/videos/10212413934328389/

https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5385:com-depressao-no-topo-da-lista-de-causas-de-problemas-de-saude-oms-lanca-a-campanha-vamos-conversar&Itemid=839

https://saude.estadao.com.br/noticias/geral,brasil-tem-maior-taxa-de-transtorno-de-ansiedade-do-mundo-diz-oms,70001677247

https://nacoesunidas.org/oms-suicidio-e-responsavel-por-uma-morte-a-cada-40-segundos-no-mundo/

http://www.sairdadepressao.com/causas-da-depressao/

http://www.minhavida.com.br/saude/temas/ansiedade

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2011 por Rede Psicoterapias. Todos os direitos reservados.